quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Enquanto o Canadá não vem #2 – Aprender Francês

Comecei a fazer inglês aos 11 anos de idade. Lembro como se fosse ontem: duas vezes na semana, vários colegas da mesma idade e aquela leve preguicinha que antecedia a aula. Eu era mais jovem, o cérebro era mais fresco e a coisa simplesmente fluía.


Como eu sempre gostei de videogames e nerdices no geral (Harry Potter, anyone?), meu inglês costumava ser um pouco melhor que a média. Gostar desse tipo de coisa me forçava a tentar entender melhor o que os personagens falavam e, de forma lenta e gradual, meu inglês foi melhorando. Com a chegada da adolescência e da internet mais rápida, vieram as músicas, os seriados, os filmes – e as coisas continuaram a progredir.

Óbvio que meu inglês está a anos luz de ser perfeito. Minha irmã e meu cunhado também tinham o mesmo nível que o meu eu, mas relataram que foi necessário um tempo de imersão ao chegar no Canadá. Conclusão? Não posso e não devo parar de estudar inglês nunca.

Pois bem. O Plano Canadá chegou e eu comecei a revirar a internet em busca de informações. Encontrei o Blog das meninas do Coxinha Resfriada (adoro) e, inspirada pelas aulas de francês que mencionaram nos posts, decidi começar o curso. Elas me passaram o contato do professor delas e, depois de trocar alguns e-mails, iniciamos os trabalhos.


Eis uma verdadeira MARAVILHA DO MUNDO MODERNO: aulas de idioma via Skype. Eu não posso descrever em palavras quão sensacional é não precisar sair de casa para fazer aula. Você não precisa mais lidar com trânsito, com estacionamento, com o perigo de sair tarde do curso, com colegas insuportáveis COM MAIS NADA DISSO! Você inclusive pode ter aula usando short de pijama (uma pessoa que eu conheço fez isso ontem).


Acreditando que minha evolução seria um sucesso, estava certa que em poucos meses estaria fazendo sonetos decassílabos em francês (mentira, só queria ler "O Pequeno Príncipe" original). No entanto, trago um vídeo ilustrativo de como anda o meu progresso com a língua francesa (vale a pena assistir):




Pois é, gente. As coisas não são tão suaves quanto o curso de inglês. Tudo bem que eu estou no segundo mês de aula, mas já consigo sentir quão diferente é aprender uma língua com a qual não temos praticamente nenhuma intimidade.

Podemos não notar, mas existem muitas, muitas palavras da língua inglesa inseridas no nosso cotidiano. Perdemos as contas de quantas vezes pedimos uma coca-cola light no drive thru. Perdemos também as contas do número de blogueirinhas que postam o look do dia que compraram no shopping (que fase é essa, Instagram?). Enfim, vocês entenderam o espírito da coisa.

No entanto, francês é outra coisa. Apesar de existirem vários cognatos, as estruturas verbais e gramaticais do francês são tão complexas quanto as existentes no português. Ou seja: vou precisar parar e estudar de verdade se eu quiser aprender alguma coisa.

Vamos pegar de exemplo a seguinte frase em inglês: "the book is on the table". Quantas e quantas vezes ouvimos essa frase em propagandas, programas de humor e anúncios de cursos de inglês? Pois é. Diversas. Agora responda mentalmente quantas vezes você já ouviu a frase "le livre est sur la table".
  


Pare por alguns segundos e pense em 5 referências que você possui em francês. Eu mesma vou listar as primeiras coisas que me vêm à mente:

2. Petit gateau (QUE NEM SEQUER TEM ESSE NOME NA FRANÇA);
3. Macarons;
4. Sutiã;

5. "Vous le vou coucher avec moi, ce soir";

Resumo da paródia: apesar de eu estar adorando as aulas, meu querido e pobre professor está sofrendo comigo. Já perdi as contas de quantas vezes o interrompi para mandar um "peraí, não estou entendendo NADA" ou "não tenho ideia de como responder o que você quer". Para quem tinha essa ideia romantizada de aprender francês, é
 doloroso sentir que as coisas não estão evoluindo tão rápido quanto eu havia imaginado.

Ainda tenho mais ou menos um ano e meio até me mudar para o Canadá. Nesse meio tempo, pretendo me dedicar o máximo possível para chegar por lá com pelo menos um francês intermediário. Será que vai rolar? Não sei dizer. Mas vamos tentar mesmo assim.



5 comentários:

  1. *-* que fofo!
    Querida, eu passo a mesma coisa com o Francês. Uma paixão que me arrebatou no meio deste processo de tentar ir pro Canadá.
    É tão diferente que se tornou lindo para mim.

    Nós aqui estamos em fases diferentes do aprendizado. Eu muito básico e ela no Intermediário. E no inglês ao contrário. Minhas playlists no celular agora são 90% em francês, formidable!!!

    Ficamos felizes que esteja gostando das aulas e tenha avançado no seu processo.
    Beijo nosso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobre Emerson, sério mesmo hahaha tem horas que eu me desespero!! Mas tou gostando muito, de verdade. AGORA, A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: cadê as suas playlists francesas no spotify? Beijos pras duas

      Excluir
  2. Vai rolar sim!!!!! eu também sofro mas entrei no francês sem nada de inglês então foi mais amorzinho... agora que tô tendo aula de inglês (também por skype) e vejo que cara, inglês é vida! HAHAHAHAHAH é pratico e simples, já falei pro prof que o francês vai perder meu coração <3 Fico feliz que tenha gostado da indicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, sério, inglês é muuuito mais tranquilo que francês HAHA não tem condições, de verdade. Não vá fazer terror psicológico com o pobre do Emerson. Eu já tou me responsabilizando por acabar com a saúde mental do menino. Você tá gostando dessa sua aula de inglês por Skype? Já viu que minha vida é roubar seus professores, né. Mas no caso, não seria pra mim! Eu estava procurando professores de inglês via skype pelo google e apareceram 182102.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkk a Carol é maravilhosaaaaaa!!! lá de pindamonhangaba gente boa demais e excelente! a Tati tem aula com ela a alguns anos já. Super indicamos !

      Excluir

Postagem em destaque

Enquanto o Canadá não vem #2 – Aprender Francês

Comecei a fazer inglês aos 11 anos de idade. Lembro como se fosse ontem: duas vezes na semana, vários colegas da mesma idade e aquela leve ...

Popular Posts